Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Pediátrica

Texto III, para responder às questões de 26 a 28.

Um recém-nascido (RN) do sexo masculino, nascido com 3.200 g e com escore Apgar de 9 e 9, apresenta imperfuração anal. Ao exame físico, abdome moderadamente distendido e flácido; períneo com leve demarcação interglútea, com ausência da abertura anal. Nenhum mecônio foi visto no períneo.

O estudo anatômico mais importante para o reparo da anomalia do RN no caso do texto é

  • A.

    ressonância nuclear magnética da pelve.

  • B.

    ultrassonografia renal.

  • C.

    cistouretrografia miccional.

  • D.

    estudos de condução nervosa na pelve.

  • E.

    colostograma distal.