Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Pediátrica

Acerca das atresias esofágicas, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Na classificação prognóstica de Waterston, é considerado o peso ao nascimento e a presença ou não de malformações associadas.

  • B.

    O diagnóstico de atresia de esôfago sem fístula implica a necessidade da interposição de um conduto entre os dois cotos esofágicos, proximal e distal.

  • C.

    A melhor via de acesso para a ligadura da fístula traqueoesofágica é a toracotomia ântero-lateral direita, ampla, transpleural.

  • D.

    A miotomia circular à Livaditis deve ser sempre realizada para se evitar a mobilização do coto esofágico proximal que pode se tornar desvascularizado com a tração.

  • E.

    No pós-operatório tardio, está recomendada a realização de esofagograma mensal para se afastar a principal complicação do tratamento cirúrgico da atresia de esôfago, que é a estenose da anastomose.