Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Pediátrica

Texto para as questões 65 e 66

Um paciente de um ano de idade foi submetido a colostomia em alça, ao nascimento, devido imperfuração anal. No pré-operatório da correção da anomalia anorretal, evidenciou-se que se tratava de anomalia anorretal com fístula prostática.

Ainda a respeito desse caso clínico e aos diversos aspectos a ele relacionados, assinale a opção correta.

  • A.

    Na anomalia anorretal com fístula prostática deve-se fazer a correção operatória sem colostomia prévia por tratar-se de anomalia anorretal baixa.

  • B.

    Deve-se proceder a anoplastia sagital posterior mínima para correção da anomalia anorretal com fístula prostática.

  • C.

    Em princípio, a anomalia anorretal sem fístula é considerada alta nos pacientes do sexo masculino.

  • D.

    É consenso que o tratamento cirúrgico da anomalia anorretal, por via sagital posterior, possa ser realizado ao mesmo tempo do fechamento da colostomia.

  • E.

    A dilatação anal preconizada para ser realizada após a anoplastia sagital posterior, estará indicada apenas quando houver a possibilidade de ocorrer estenose do ânus.