Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Torácica

O exame secundário do atendimento do paciente politraumatizado só deve ser iniciado apos o exame primários ter sido completado e a ressuscitação iniciada. No exame físico do tórax deve-se:

  • A.

    observar a presença de turgência jugular, frequente no tamponamento cardíaco e no pneumotórax hipertensivo;

  • B.

    explorar ferimentos penetrantes de tórax checando possível abertura do espaço pleural;

  • C.

    auscultar áreas de contusão e hematomas parietais na busca de sibilos e roncos, característicos de fístulas pulmonares;

  • D.

    buscar a presença de hiperfonese de bulhas, indicativo de sangramento maciço em traumas fechados;

  • E.

    evitar a palpação do esterno, que pode ser dolorosa e induzir a piora de contusões mediastinais.