Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Torácica

Em pacientes com dissecção de aorta, a instabilidade hemodinâmica decorre de tamponamento cardíaco ou de ruptura da aorta para o espaço pleural. Na vigência de profunda instabilidade hemodinâmica, manejo especial é necessário. Dentre as condutas abaixo, assinale aquela que não deve ser utilizada nesses pacientes.

  • A.

    Intubação endotraqueal e ventilação mecânica, sem demora.

  • B.

    Obtenção de dois acessos venosos, sendo um para reposição de volume e outro para infusão de drogas.

  • C.

    Uso de dopamina e noradrenalina, por menor incremento da (dP/dt).

  • D.

    Realização de pericardiocentese, na tentativa de melhorar a instabilidade hemodinâmica do paciente.

  • E.

    Realização de exame eco-transesofágico, por ser de fácil disponibilidade, rapidez e boa acurácia e pela possibilidade de ser realizado no leito e até na sala de cirurgia.