Medicina Especialidade Cirurgias Cirurgia Vascular

Um estudo ultrassonográfico da artéria carótida interna direita em que se detecta estenose anatômica local de 40% pelo modo B e power Doppler, com velocidade sistólica de 185 cm/s e diastólica de 70 cm/s, pode ser interpretado como:

  • A.

    Estenose nos segmentos mais distais da artéria carótida interna ipsilateral.

  • B.

    Hiperfluxo compensatório por lesão na artéria verteral ipsilateral.

  • C.

    Hiperfluxo compensatório por lesão na artéria carótida interna contralateral.

  • D.

    Hiperfluxo compensatório por lesão na artéria verteral contralateral.

  • E.

    Estenose na artéria carótida comum ipsilateral.