Questões de Concurso de Clínica Cirúrgica - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 831121

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2017

Cargo: Médico Residente Especialista - Área Cirurgia Geral / Questão 1

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em relação à apendicite aguda, seu diagnóstico e tratamento, julgue os itens a seguir. A incidência em crianças de perfuração do apêndice na apendicite aguda é a mesma observada em adultos.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 831122

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2017

Cargo: Médico Residente Especialista - Área Cirurgia Geral / Questão 2

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em relação à apendicite aguda, seu diagnóstico e tratamento, julgue os itens a seguir. A incidência de peritonite difusa com múltiplos abscessos é maior em crianças que em adultos.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 831123

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2017

Cargo: Médico Residente Especialista - Área Cirurgia Geral / Questão 3

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em relação à apendicite aguda, seu diagnóstico e tratamento, julgue os itens a seguir. Variações na anatomia do apêndice cecal e na apresentação clínica da doença podem gerar dúvidas para o diagnóstico preciso, retardando o tratamento cirúrgico.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 831124

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2017

Cargo: Médico Residente Especialista - Área Cirurgia Geral / Questão 4

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em relação à apendicite aguda, seu diagnóstico e tratamento, julgue os itens a seguir. A indicação da cirurgia para apendicectomia está diretamente relacionada ao estabelecimento preciso do diagnóstico de apendicite aguda.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 831125

Hospital Universitário de Brasília (HUB) 2017

Cargo: Médico Residente Especialista - Área Cirurgia Geral / Questão 5

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Em relação à apendicite aguda, seu diagnóstico e tratamento, julgue os itens a seguir. O fator mecânico é o principal na etiopatogenia da apendicite aguda.
  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 938790

Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) 2017

Cargo: Médico Residente - Programa com Pré Requisito Cirurgia de Cabeça: Cirurgia Geral / Questão 1

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Uma paciente de 52 anos de idade, com dor epigástrica em pontada há três meses, além de desconforto pós-prandial, fez endoscopia digestiva alta, que mostrou úlcera gástrica de 2,5 cm na parede posterior de corpo médio do estômago. Foi realizada biópsia cujo diagnóstico mostrou processo inflamatório crônico. O teste da Urease veio positivo.

Com base nesse caso hipotético, assinale a alternativa que apresenta a conduta mais adequada.

  • A. gastrectomia subtotal
  • B. gastrectomia total com linfadenectomia a DII
  • C. repetir a endoscopia dois meses após o tratamento com omeprazol 40 mg/dia por seis semanas e tratamento do H. pylori por sete dias
  • D. tratamento com omeprazol 40 mg/dia por doze semanas seguido de tratamento do H. pylori por sete dias e observação clínica dos sintomas
  • E. tratamento do H. pylori por catorze dias seguido de tratamento com omeprazol 20 mg/dia por mais quatro semanas

Questão 938792

Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) 2017

Cargo: Médico Residente - Programa com Pré Requisito Cirurgia de Cabeça: Cirurgia Geral / Questão 3

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Um paciente de 52 anos de idade, relatando pirose, há quatro meses, que piora com a ingesta de gorduras, frituras e leite, procurou atendimento ambulatorial pela primeira vez. O quadro se repetiu diariamente neste período. Relata, também, apresentar dor retroesternal e disfagia há quinze dias. Apresenta índice de massa corpórea de 38. Nega alterações de peso nesse período e episódios prévios semelhantes.

Nesse caso hipotético, a melhor conduta para o paciente será

  • A. endoscopia digestiva alta.
  • B. cirurgia de Nissen.
  • C. pHmetria esofágica.
  • D. manometria esofágica.
  • E. introdução de omeprazol 20 mg durante oito semanas.

Questão 938794

Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) 2017

Cargo: Médico Residente - Programa com Pré Requisito Cirurgia de Cabeça: Cirurgia Geral / Questão 5

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Um paciente de 45 anos de idade relata disfagia há cinco anos, que melhora com a ingestão de líquidos. Refere, ainda, piora progressiva neste período, além de emagrecimento de 3 kg. Realizou estudo contrastado do esôfago, que mostrou diâmetro de 6,5 cm. A manometria esofágica mostrou pressão de corpo de 17 mmHg.

Nesse caso hipotético, a conduta mais efetiva a ser tomada para a resolução do quadro será

  • A. bloqueador de canal de cálcio.
  • B. esofagectomia total.
  • C. dilatação endoscópica.
  • D. cardiomiotomia de Heller.
  • E. cirurgia de Nissen.

Questão 938795

Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) 2017

Cargo: Médico Residente - Programa com Pré Requisito Cirurgia de Cabeça: Cirurgia Geral / Questão 6

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Uma paciente de 34 anos de idade procurou o ambulatório com queixa de dor em hipocôndrio direito após ingerir alimentos gordurosos, frituras e ovos. Relatou alguns episódios de colúria e acolia, acompanhando as crises mais intensas. Ao exame físico, encontrava-se em bom estado geral, anictérica e com abdome plano, flácido e indolor à palpação. Levou consigo exames laboratoriais que mostravam bilirrubinas totais de 0,7 (normal até 1) e Gama GT de 756 U/L (normal até 115) e ultrassom que revelava múltiplos cálculos na vesícula biliar de diversos tamanhos, com vias biliares normais.

Nessa situação hipotética, a melhor programação para a paciente será

  • A. colangiopancreatografia retrógrada endoscópica.
  • B. colecistectomia videolaparoscópica.
  • C. colecistectomia aberta com coledocotomia.
  • D. ecoendoscopia de vias biliares.
  • E. colangiografia transparieto-hepática.

Questão 938797

Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP (ISCMSP/SP) 2017

Cargo: Médico Residente - Programa com Pré Requisito Cirurgia de Cabeça: Cirurgia Geral / Questão 8

Banca: Instituto Quadrix

Nível: Superior

Um paciente de 47 anos de idade, etilista, procurou o ambulatório com queixa de dor abdominal de forte intensidade, irradiada para o dorso e acompanhada de vômitos, há um dia. Relatou não ter tido episódios prévios semelhantes e realizou exames que mostraram: AST de 87 U/L (nL até 40); ALT de 82 U/L (nL até 40); amilase de 1.245 U/L (nL até 110); fosfatase alcalina de 450 U/L (nL até 250); gama GT de 283 U/L (nL até 65); e bilirrubinas totais de 0,9 U/L (nL até 1).

Com base nesse caso hipotético, assinale a alternativa que apresenta o passo seguinte após a melhora do surto.

  • A. derivação pancreatojejunal
  • B. pancreatectomia cefálica
  • C. realização de ultrassom de abdome para avaliação da vesícula biliar
  • D. biópsia hepática e pancreática guiadas por tomografia
  • E. realização de colangiopancreatografia retrógrada endoscópica