Medicina Especialidade Clínica Cirúrgica

Paciente do sexo masculino, 59 anos, é portador de adenocarcinoma indiferenciado do reto, localizado na porção distal do órgão, aproximadamente há 3 cm da margem anal. O exame proctológico revela que a lesão ocupa 50% da circunferência do órgão, fixa, aderida aos planos esfincterianos, com extensão de 6 cm. A ultrassonografia transrretal demonstrou comprometimento linfonodal perirretal. A conduta a ser tomada para este caso é:

  • A.

    radioquimioterapia neoadjuvante seguida de ressecção abdominoperineal e posterior quimioterapia adjuvante.

  • B.

    radioquimioterapia neoadjuvante seguida de ressecção local do tumor e poster ior radioquimioterapia adjuvante.

  • C.

    ressecção abdominoperineal seguida de quimioterapia adjuvante.

  • D.

    radioquimioterapia neoadjuvante seguida de cirurgia de Dixon e posterior radioquimioterapia adjuvante.

  • E.

    confecção de um estoma de derivação, por se tratar de tumor irressecável.