Medicina Especialidade Clínica Cirúrgica

Paciente do sexo feminino, 35 anos, é submetida à colecistectomia videolaparoscópica. Após quatro dias de pós-operatório, a paciente desenvolve dor no quadrante superior direito do abdome, febre, hiperbilirrubinemia, distensão abdominal e anorexia. A tomografia computadorizada e a ultrassonografia abdominal confirmam presença de coleção líquida no quadrante superior direito. A abertura de um dos portais laterais, dá saída à bile. A paciente se encontra em bom estado geral, sem sinais de sepse. Aconduta ideal do cirurgião frente ao caso é:

  • A.

    operar a paciente imediatamente por via aberta e tratar a lesão da via biliar.

  • B.

    drenagem percutânea da coleção intra abdominal e colocação de stent biliar por via endoscópica.

  • C.

    operar a paciente imediatamente por via laparoscópica e tratar a lesão da via biliar.

  • D.

    operar a paciente imediatamente por via laparoscópica e colocar um dreno de Kher na via biliar principal.

  • E.

    papilotomia endoscópica e lavagem da cavidade abdominal por via laparoscópica.