Questões de Concurso de Clínica Geral - Medicina

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 998049

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 26

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Pacientes com clearance de creatinina inferior a 10 mL/min
  • A. são necessariamente oligúricos.
  • B. podem apresentar diurese maior que a normal.
  • C. não podem apresentar diurese normal.
  • D. podem apresentar diurese normal apenas quando tratados com furosemida.
  • E. podem apresentar diurese normal apenas se tratados com furosemida associada a hidroclorotiazida.

Questão 998050

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 27

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A causa predominante de hipocalemia em pacientes com
  • A. diarreia é a ocorrência de alcalose metabólica.
  • B. diarreia é a perda urinária de potássio.
  • C. diarreia ou vômitos é a alta concentração de potássio nas secreções gástricas e intestinais baixas.
  • D. vômitos é a perda urinária de potássio.
  • E. vômitos é a alta concentração de potássio no suco gástrico.

Questão 998051

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 28

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Em relação às úlceras gástricas e duodenais,
  • A. o uso de corticoides em geral aumenta pouco o risco relativo de úlcera péptica.
  • B. o álcool é uma etiologia frequente.
  • C. os anti-inflamatórios não esteroidais são a causa mais comum de úlceras pépticas.
  • D. o câncer de duodeno é a causa mais comum de úlcera nessa região.
  • E. o uso de bifosfonatos não é um fator de risco para úlcera péptica.

Questão 998052

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 29

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

No envolvimento renal da leptospirose, espera-se habitualmente
  • A. oligúria.
  • B. ausência de piúria.
  • C. evolução para insuficiência renal crônica.
  • D. leptospirúria até quarto dia da doença.
  • E. proteinúria, hematúria e cilindros granulosos.

Questão 998053

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 30

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

São apresentadas três mulheres com aumento das enzimas hepáticas. O limite superior dos valores de referência é 31 U.

 Esteatohepatite não alcoólica, febre amarela e hepatite alcoólica correspondem, respectivamente, a

  • A. III, II e I.
  • B. I, II e III.
  • C. I, III e II.
  • D. II, I e III.
  • E. II, III e I.

Questão 998054

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 31

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

São apresentados três pacientes com cirrose hepática e os seguintes achados clínicos e laboratoriais:

CLÍNICA I: prurido, doença óssea metabólica e doença inflamatória intestinal.

CLÍNICA II: enfisema pulmonar.

CLÍNICA III: disartria e distúrbio de marcha.

LABORATÓRIO 1: colesterol sérico de 950 mg/dL.

LABORATÓRIO 2: aumento da excreção de cobre urinário.

LABORATÓRIO 3: baixo nível sérico de alfa 1 globulina.

As associações mais prováveis são

  • A.

  • B.
  • C.
  • D.
  • E.

Questão 998055

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 32

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

O leucograma de um paciente portador de parasitose mostra 6.500 leucócitos/mm3 com o seguinte diferencial:

Neutrófilos 50%.

Eosinófilos 10%.

Basófilos 0,3%.

Linfócitos 34%.

Monócitos 5,7%.

O parasita MENOS provável é

  • A. Necator americanos.
  • B. Strongyloides stercoralis.
  • C. Giardia lamblia.
  • D. Trichuris trichiura.
  • E. Ascaris lumbricoides.

Questão 998056

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 33

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Três pacientes com os quadros clínicos (QC) abaixo são submetidos a biopsia renal que mostram achados histológicos e de imunofluorescência (AH) específicos:

QC I: hematúria recorrente macroscópica acompanhando episódios de infecção respiratória.

QC II: nariz em sela, episódios de otite média e piora de audição.

QC III: mononeurite multiplex e angina intestinal.

AH 1: isquemia glomerular, vasculite necrotizante de vasos de médio calibre.

AH 2: depósitos de C3 em glomérulos e depósitos mesangiais de IgA.

AH 3: glomerulonefrite pauci−imune.

As associações mais prováveis são

  • A.
  • B.
  • C.
  • D.
  • E.

Questão 998057

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 34

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Em relação à litíase biliar, é correto afirmar que
  • A. a colecistite alitiásica tem mortalidade menor que a calculosa.
  • B. na colecistite aguda a bilirrubina sérica costuma atingir, em média, 13 mg/dL.
  • C. uma vesícula completamente cheia de cálculos facilita a identificação destes pela ultrassonografia.
  • D. a tomografia computadorizada é mais sensível que a ultrassonografia para detecção de litíase na vesícula.
  • E. a dor por obstrução calculosa do ducto cístico costuma ser constante, embora chamada de "cólica" (dor intermitente) biliar.

Questão 998058

Tribunal Regional do Trabalho / 15ª Região (TRT 15ª) 2018

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Área Medicina / Questão 35

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Considere os padrões de alterações enzimáticas abaixo:

I. Fosfatase alcalina e 5' nucleotidase aumentadas + gama GT normal.

II. Fosfatase alcalina aumentada + 5’nucleotidase e gama GT normais.

III. Fosfatase alcalina e gama GT aumentadas.

Doença hepatobiliar, doença óssea de Paget e estágio tardio de gravidez normal, correspondem, respectivamente, ao que consta de

  • A. III, II e I.
  • B. I, II e III.
  • C. II, I e III.
  • D. III, I e II.
  • E. II, III e I.