Medicina Especialidade Clínica Geral

Na avaliação inicial de um paciente hipertenso, a pista para o diagnóstico de hipertensão secundária a hiperaldosteronismo é a presença

  • A.

    de hipertensão grave, de difícil controle.

  • B.

    de escurecimento da pele.

  • C.

    da falta de resposta ao tratamento com inibidores da ECA.

  • D.

    de obesidade, fragilidade capilar e estrias violáceas.

  • E.

    de potássio persistentemente baixo, sem uso de diurético.