Medicina Especialidade Clínica Geral

C.F.S, 17 anos de idade, feminina, casada, 7º mês da primeira gestação, apresenta-se no ambulatório encaminhada por seu obstetra por ter apresentado, na rotina de exames de pré-natal, o HBsAg reagente. A paciente apresentava também os seguintes resultados: sorologia para o HIV – Não reagente; sorologias para Rubéola, CMV e toxoplasmose reagentes apenas para IgG. VDRL – Não reagente. A dosagem de transaminases 10 dias antes da consulta era normal e o hemograma não apresentava alterações além de discreta anemia. A paciente estava assintomática, anictérica e o fígado e o baço eram impalpáveis.

Com base nestas informações podemos afirmar:

  • A.

    A paciente apresenta quadro agudo de Hepatite B, assintomática.

  • B.

    O exame histopatológico de biópsia hepática é o próximo passo no estudo da paciente.

  • C.

    Está indicada para a paciente imunização com a vacina da Hepatite B.

  • D.

    O diagnóstico provável é de portadora crônica do vírus da Hepatite B e o próximo exame seria a dosagem de HbeAg e do AntiHBe.

  • E.

    A dosagem semanal ou quinzenal das transaminases vai definir a necessidade de imunoprofilaxia do recém-nascido.