Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma jovem de 20 anos, asmática desde a infância, com período de remissão dos 7 aos 13 anos, vem apresentando episódios diários de dispnéia com sibilos, resultando eventualmente em absenteísmo profissional, ocasionalmente com visitas ao serviço de emergência. Faz uso de ß2-agonista de curta duração por via inalatória em média uma vez ao dia, com alívio dos sintomas. Apresenta sintomas noturnos cerca de duas vezes por semana. O melhor tratamento para esta adolescente é:

  • A.

    Aumento da dose do ß2-agonista de curta duração por via inalatória para duas vezes ao dia.

  • B.

    Associação ao tratamento atual de ß2-agonista de longa duração e corticosteróides, ambos por via inalatória.

  • C.

    Interrupção do tratamento atual e início de corticosteróides por via oral.

  • D.

    Associação ao tratamento atual de ß2-agonista de longa duração por via inalatória e corticosteróides por via oral.

  • E.

    Internação para monitoramento e uso de corticoterapia e xantinas venosas.