Medicina Especialidade Clínica Geral

Embora o refluxo gastroesofágico seja comum em recém-nascidos de pré-termo e possa ocorrer em recém-nascidos normais, se transforma em doença do refluxo gastroesofágico quando são apresentados sintomas e complicações patológicas. Vários fatores fisiológicos e anatômicos normalmente contribuem para prevenir o refluxo do conteúdo gástrico para o esôfago distal. A esse respeito, julgue os itens que se seguem.

O comprimento do esôfago intra-abdominal, os ligamentos frenicoesofágicos, a roseta formada pela mucosa gástrica e o anel formado pelos pilares diafragmáticos contribuem para a existência de uma zona de alta pressão no esôfago inferior.

  • C. Certo
  • E. Errado