Medicina Especialidade Clínica Geral

                 Um homem com 40 anos de idade, branco, casado, trabalhador autônomo, natural de Salvador – BA e procedente de Taguatinga – DF, informou apresentar, há 1 ano, quadro clínico constituído por tosse seca, diária e contínua, associada a febre (38 ºC a 39 ºC) e astenia. Observou uma perda de 10 kg no período. Negou contato com pacientes bacilíferos, uso de cigarro ou de bebida alcoólica. O exame físico mostrou um paciente em regular estado geral, eupnéico, hidratado e afebril, PA de 100 mmHg × 60 mmHg, freqüência cardíaca de 68 bpm e freqüência respiratória de 24 irpm. O índice de massa corporal mediu 20,8 kg/m 2 . No exame cardiológico, observou-se um ritmo cardíaco regular em 2 tempos, bulhas normofonéticas e sopro holossistólico de 5+/6+ em borda esternal baixa que se irradiava para focos de base. O exame do aparelho respiratório apresentouse sem alterações. Não se identificaram visceromegalias abdominais. Extremidades bem perfundidas e sem edemas. O hemograma revelou 3,94 milhões de hemácias por microlitro, 10,1 g/dL de hemoglobina, 31,5% de hematócrito, 13.300 leucócitos, sem desvio à esquerda, 554.000 células de plaquetas por milímetro cúbico. As funções renal e hepática estavam nos limites da normalidade e o EAS estava sem alterações. A sorologia para HIV foi negativa. A pesquisa de BAAR em 2 amostras de escarro mostrou-se negativa. Radiografia de tórax revelou área cardíaca e pulmões normais. Ecocardiograma demonstrou pequena cavidade interventricular com shunt esquerda/direita e vegetações em valva tricúspide. Decidiu-se pela adoção de tratamento clínico, havendo remissão dos sintomas passados 30 dias.

Julgue os itens subseqüentes, com relação às informações acima apresentadas.

Hemoculturas realizadas nesses casos mostram o Sthaphilococcus epidermitis como a bactéria que mais freqüentemente causa o mal descrito.

  • C. Certo
  • E. Errado