Medicina Especialidade Clínica Geral

                 Um homem com 40 anos de idade, branco, casado, trabalhador autônomo, natural de Salvador – BA e procedente de Taguatinga – DF, informou apresentar, há 1 ano, quadro clínico constituído por tosse seca, diária e contínua, associada a febre (38 ºC a 39 ºC) e astenia. Observou uma perda de 10 kg no período. Negou contato com pacientes bacilíferos, uso de cigarro ou de bebida alcoólica. O exame físico mostrou um paciente em regular estado geral, eupnéico, hidratado e afebril, PA de 100 mmHg × 60 mmHg, freqüência cardíaca de 68 bpm e freqüência respiratória de 24 irpm. O índice de massa corporal mediu 20,8 kg/m 2 . No exame cardiológico, observou-se um ritmo cardíaco regular em 2 tempos, bulhas normofonéticas e sopro holossistólico de 5+/6+ em borda esternal baixa que se irradiava para focos de base. O exame do aparelho respiratório apresentouse sem alterações. Não se identificaram visceromegalias abdominais. Extremidades bem perfundidas e sem edemas. O hemograma revelou 3,94 milhões de hemácias por microlitro, 10,1 g/dL de hemoglobina, 31,5% de hematócrito, 13.300 leucócitos, sem desvio à esquerda, 554.000 células de plaquetas por milímetro cúbico. As funções renal e hepática estavam nos limites da normalidade e o EAS estava sem alterações. A sorologia para HIV foi negativa. A pesquisa de BAAR em 2 amostras de escarro mostrou-se negativa. Radiografia de tórax revelou área cardíaca e pulmões normais. Ecocardiograma demonstrou pequena cavidade interventricular com shunt esquerda/direita e vegetações em valva tricúspide. Decidiu-se pela adoção de tratamento clínico, havendo remissão dos sintomas passados 30 dias.

Julgue os itens subseqüentes, com relação às informações acima apresentadas.

No caso da prescrição de tratamento empírico, uma possibilidade é o emprego de betalactâmico associado a aminoglicosídeo.
  • C. Certo
  • E. Errado