Medicina Especialidade Clínica Geral

         Um paciente branco, com 59 anos de idade, apresenta dor epigástrica de forte intensidade há seis horas e relata irradiação para região dorsal esquerda, acompanhada de náuseas e vômitos. Refere ingestão abusiva de alimentos e álcool na noite anterior. Com base nas informações complementares e nos resultados do exame clínico, constatou-se: ISDA: álcool (grande bebedor), obesidade grau III e diabetes, temperatura de 36 ºC, FC igual a 120 bat/min, PA igual a 136 mmHg × 82 mmHg; pulmão: MV diminuído em base esquerda, com sibilos discretos. O abdome apresentava-se globoso, em avental, doloroso à palpação no andar superior, principalmente no epigástrio. RHA presentes. O restante do exame físico estava normal. Exames complementares: hemoglobina = 17,1; hematócrito = 50; leucócitos = 23.000 (2/80); glicemia = 210 mg/dL; TGO = 20 U/L; DHL = 200 U/L; creatinina = 0,9 mg/dL; amilase = 1.592 U/L. O raio X de tórax mostrou discreto velamento nas bases. O ECG e as enzimas cardíacas estavam normais. O ultrassom de abdome foi realizado com dificuldade devido ao biotipo do paciente. Resultado: fígado esteatótico, vesícula biliar de paredes finas e sem imagens de cálculos no seu interior.

 

Com base nesse caso clínico, julgue os itens subsequentes.

Com o intuito de reduzir a morbimortalidade, a terapêutica inicial deve contar com hidratação e terapia nutricional parenterais, analgesia e uso de ciprofloxacina associada ao metronidazol.

  • C. Certo
  • E. Errado