Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma mulher de 30 anos, previamente hígida, apresenta, dois dias após ter voltado do passeio noturno com seu cachorro, desvio de rima e dificuldade para ocluir o olho na face esquerda. Queixa-se de dor facial importante e dor e irritação no olho esquerdo. Ao exame físico, notam-se as alterações descritas acima, a pressão arterial é normal, há ausência de sopro na região carotídea, e não há outras alterações motoras.

A hipótese diagnóstica mais provável é

  • A.

    paralisia de Bell.

  • B.

    acidente vascular cerebral tipo isquêmico.

  • C.

    paralisia facial central.

  • D.

    ataque isquêmico transitório.

  • E.

    trigemialgia pós-herpética.