Medicina Especialidade Clínica Geral

Um paciente de 59 anos de idade foi atendido em consulta em pronto atendimento clínico ambulatorial após sofrer fratura de colo do fêmur direito por queda da própria altura. Apresentou exame complementar que mostrava taxa de depuração da creatinina de 25 mL/min. O paciente relatou que era portador de artropatia gotosa desde os 34 anos de idade e que possuía histórico de nefrolitíase de repetição desde quando tinha 40 anos de idade, com relato de 5-6 crises/ano, que sempre eram aliviadas com uso de diclofenaco oral. O paciente relatou, por fim, que, ao longo dos dois últimos anos, sofria de dor contínua, de padrão ósseo, nos joelhos e no quadril. Após consulta, o paciente foi orientado para atendimento em pronto-socorro ortopédico.

Acerca do quadro clínico acima e da hiperuricemia, julgue os itens subsequentes.

O manejo da nefrolitíase depende de diversos fatores, tais como o tamanho, a localização e a composição da pedra, a anatomia do trato urinário do paciente, a disponibilidade tecnológica e a experiência do médico. De maneira geral, não se recomenda a litotripsia a pacientes cujos cálculos sejam pequenos, ou seja, de 6 mm ou menos.

  • C. Certo
  • E. Errado