Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma mulher com trinta e um anos de idade, tabagista (carga tabágica de 8 anos-maço), compareceu a consulta médica com relato de dor e desconforto no quadrante inferior esquerdo havia trinta dias, associado a fezes pastosas e com muco. Negou náuseas, vômitos, febre e perda de peso. O exame físico não mostrou qualquer alteração. Foram solicitados exames de rotina diagnóstica. Na consulta de retorno, a paciente relatou esforço para evacuar e tenesmo. Pesquisa de sangue oculto nas fezes foi positiva. A paciente foi encaminhada ao gastroenterologista para investigação de doença inflamatória intestinal (DII) e foi iniciado tratamento com sulfassalazina.

Com relação ao quadro clínico acima descrito e tendo em vista os exames complementares para o diagnóstico de DII, julgue os itens a seguir. Nesse sentido, considere que a sigla RCUI, sempre que empregada, refere-se a retocolite ulcerativa inespecífica.

A doença de Chron não possui um marcador sorológico. O anticorpo mais frequentemente encontrado é o anticorpo anti-ASCA (Saccharomyces cerevisae), presente em cerca de 20% dos portadores da doença.

  • C. Certo
  • E. Errado