Medicina Especialidade Clínica Geral

Você está atendendo uma menina de 7 (sete) anos de idade que é portadora de asma e, após brincar com um gato 3 (três) horas atrás, apresenta-se com dificuldade aguda para respirar, com piora súbita. Encontra-se na posição ereta, com dificuldade de falar e tem retração da musculatura intercostal e supra-esternal durante a inspiração. Tem sibilância durante a exalação, freqüência cardíaca de 144 bpm e freqüência respiratória de 36 ventilações por minuto. Os pulsos distais são fracos, sendo que o pulso radial aparece e desaparece de uma maneira um tanto rítmica. Melhor tratamento inicial:

  • A.

    Providenciar oxigênio por cânula nasal, monitorização cardíaca, oxímetro de pulso e permitir que a criança adote posição confortável e reavaliar em seguida.

  • B.

    Providenciar sedação e intubação imediata, mantendo a criança em monitorização cardíaca, oxímetro de pulso e terapia específica incluindo corticosteróides.

  • C.

    Providenciar oxigênio por máscara em alta concentração, monitorização cardíaca, oxímetro de pulso e terapia específica com nebulização com agonista beta-2.

  • D.

    Providenciar oxigênio por cânula nasal, monitor cardíaco, oxímetro de pulso, acesso venoso e terapia específica com corticosteróide e nebulização com agonista beta-2.

  • E.

    Providenciar sedação e intubação imediata, mantendo a criança em monitorização cardíaca, oxímetro de pulso e introduzir terapia específica, incluindo corticosteróides e antibioticoterapia.