Medicina Especialidade Clínica Geral

O Brasil vem passando por transformações econômicas, sociais e demográficas profundas nos últimos cinquenta anos. Chama a atenção nesse processo a intensa urbanização da população (de acordo com último censo, em 2010, 84% da população encontra-se em área urbana) e o aumento da longevidade, o que leva ao aumento progressivo da proporção de idosos na população, no decorrer do tempo. Nesse cenário, prevalecem as doenças e os agravos não transmissíveis crônico-degenerativas (DANTs) e com diminuição da magnitude das doenças infectoparasitárias, que causam impacto direto nos serviços de saúde. Com base nessas informações, assinale a alternativa correta.

  • A.

    O gestor da saúde pública não deve mais se preocupar com as doenças infectoparasitárias e direcionar os recursos disponíveis para financiamento da assistência médica das DANTs.

  • B.

    As medidas de prevenção terciária são as mais adequadas para as DANTs e, portanto, devem ser priorizadas.

  • C.

    O modelo de causalidade chamado de tríade epidemiológica é o que melhor explica a história natural das DANTs.

  • D.

    O Brasil encaixa-se no modelo de transição epidemiológica clássico.

  • E.

    A promoção à saúde é a ação que aborda de forma mais completa os fatores de risco das DANTs, tendo em vista os conhecimentos atuais.