Medicina Especialidade Clínica Geral

Texto III, para responder às questões 44 e 45. A direção colegiada de um hospital de pequeno porte, com atuação junto a uma grande região carente de um município de mais de cinquenta mil habitantes, reuniu-se para definir sua missão e realizar o seu planejamento estratégico.

Sabe-se que é um hospital bem equipado para o atendimento de pequena e média complexidade, contando com uma equipe multiprofissional motivada e apta à realização de partos, cirurgias gerais, especialmente de urgência, assim como de traumas sem fraturas expostas. Tem um serviço de emergência, 24 horas, com uma sala de estabilização e nove leitos de observação, mas não consegue completar sua escala de plantonista para cobrir os sete dias da semana. Ademais, há falta de profissionais para acompanhar os pacientes internados.

As três equipes de saúde da família do município têm no hospital sua principal referência para o atendimento aos pacientes que não necessitam de atendimentos mais complexos.

O prefeito municipal, que é médico, irá remunerar adequadamente os profissionais das equipes de saúde da família que optarem por, também, trabalhar no hospital. Todavia, o município vizinho resolve duplicar a remuneração dos profissionais que se mudarem de domicílio.

Tendo como exemplo o caso descrito no texto e utilizando a matriz SWOT, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Pode-se considerar como fraqueza do hospital descrito a sua estrutura.

  • B.

    A decisão do prefeito vizinho de dobrar a remuneração dos profissionais que se mudarem de domicílio não se constitui ameaça ao município onde se localiza o hospital de pequeno porte.

  • C.

    Pode-se considerar como uma fraqueza do hospital de pequeno porte a contratação, pelo município vizinho, de profissionais pelo dobro da remuneração recebida no município onde se encontra o hospital de pequeno porte.

  • D.

    Em função da sua boa estrutura, existe uma incapacidade ofensiva do hospital de pequeno porte de mobilizar os profissionais que atuam nas equipes de saúde da família do município, para aproveitarem a oportunidade oferecida pelo prefeito de estimulá-los a trabalhar no hospital.

  • E.

    Diante da ameaça do prefeito vizinho, que poderá desmobilizar as equipes de saúde da família do município onde se encontra o hospital de pequeno porte por meio da oferta de salários dobrados, um bom planejamento estratégico seria o entendimento entre os dois prefeitos para organizar uma rede de atenção à saúde conjunta entre os dois municípios.