Medicina Especialidade Clínica Geral

Paciente masculino, 24 anos, é internado com história de evolução de 4 meses com emagrecimento progressivo. Há um mês houve piora do estado geral com inapetência, tosse seca e sudorese noturna. Nega a presença de doenças prévias. Investigação laboratorial apresenta os seguintes resultados: sorologia anti-HIV reagente, western blot anti-HIV 1/2 positivo (presença de anticorpos contra as proteínas virais gp160/120, gp46 e p24), CD4 366 células/mm3 e carga viral em andamento. RX de tórax com padrão broncopneumônico com comprometimento bilateral mais acentuado em 1/3 superior de pulmão direito. BAAR em escarro +++/4 e cultura para M tuberculosis em andamento.

Com base nos dados acima descritos, assinale a alternativa CORRETA.

  • A.

    Recomenda-se o início imediato da terapia antirretroviral combinada (associação de inibidores de transcriptase reversa e de protease) associada ao uso de tuberculostáticos (regime quádruplo), pois pacientes HIV positivos têm alta incidência de tuberculose multirresistente.

  • B.

    Recomenda-se o tratamento inicial da tuberculose com esquema tríplice, pois as manifestações clínicas apresentadas são decorrentes da tuberculose, não havendo ainda indicação de iniciar terapia antirretroviral.

  • C.

    Recomenda-se o tratamento completo da tuberculose com esquema quádruplo e posterior avaliação da indicação de início de medicação antirretroviral.

  • D.

    Recomenda-se o tratamento inicial com esquema antirretroviral e, quando houver melhora da resposta imune, iniciar terapia antituberculostática quádrupla, visando diminuir o risco de síndrome imune de resposta inflamatória (SIRI).

  • E.

    Recomenda-se o tratamento da tuberculose com esquema quádruplo combinada com duas drogas antirretrovirais, pois a associação de inibidores de protease aumenta a toxicidade hepática dos tuberculostáticos.