Medicina Especialidade Clínica Geral

Sobre as manifestações clínicas das bronquiectasias, pode-se afirmar que:

  • A.

    A hiporreatividade brônquica à provocação, por exemplo, com metacolina, e a ausência de reversibilidade da obstrução do fluxo aéreo com broncodilatadores inalantes raramente ocorre.

  • B.

    O parvovírus B19 e o citomegalovírus são os principais vírus que provocam bronquiectasia em associação com o envolvimento do trato respiratório inferior.

  • C.

    A bronquiectasia das vias respiratórias relativamente proximais sem a presença de nódulos pulmonares sugere infecção pelo complexo Mycobacterium avium .

  • D.

    A hemoptise é pouco frequente ocorrendo em apenas 5 a 10% dos pacientes com doença avançada.

  • E.

    A dispneia ou a sibilância geralmente reflete bronquiectasia disseminada ou doença pulmonar obstrutiva crônica.