Medicina Especialidade Clínica Geral

Quanto à investigação diagnóstica por imagem na Litíase Urinária, podemos afirmar que, EXCETO:

  • A.

    Os cálculos urinários produzem sinais diretos à Ressonância Magnética, podendo obter dimensões diretas precisas de seu volume, contorno e localização, sendo possível sua reconstrução em três dimensões, dependendo do aparelho utilizado.

  • B.

    O ultrassom é útil na avaliação de pacientes com insuficiência renal ou contraindicação ao uso de contraste, bem como para caracterizar falhas de enchimento que são visualizadas como cálculos na urografia venosa.

  • C.

    A urografia venosa fornece uma boa localização do cálculo no trato urinário, demonstra bem anomalias anatômicas (como cálices dilatados, divertículos calicinais, duplicação pieloureteral, entre outras) que podem predispor os pacientes para a formação de cálculos, ou que podem alterar a estratégia terapêutica.

  • D.

    Com uma sensibilidade entre 94% e 97% e uma especificidade entre 96% e 100%, a tomografia computadorizada (TC) helicoidal é o exame radiológico mais sensível para detecção, localização e caracterização de calcificações urinárias, portanto, TC helicoidal é consideravelmente mais efetiva do que a urografia venosa.