Medicina Especialidade Clínica Geral

Joaquim, 61 anos, compareceu à consulta médica, pois há 2 dias sofreu uma picada na coxa e, há aproximadamente 2 horas, apresenta lesão de 2,5 cm com base eritematosa com endurecimento local, centro com área isquêmica mesclada com área violácea e dor em queimação. Associado ao quadro, apresenta cefaleia e rash. No exame laboratorial não há presença de hemólise. A respeito desse caso, qual a melhor conduta no caso de acidente loxoscélico moderado?

  • A.

    Notificar o caso, analgesia, anti-inflamatório local e retorno para reavaliação em 5 dias.

  • B.

    Não notificar o caso, analgesia, soro antiloxoscélico e encaminhar para acompanhamento no ambulatório de envenenamento.

  • C.

    Notificar o caso, aplicar soro antiloxoscélico, analgesia e uso de corticoide via oral por 5 dias.

  • D.

    Não notificar o caso, analgesia, soro antiloxoscélico e retorno para reavaliação em 7 dias.

  • E.

    Notificar o caso, analgesia, soro antiloxoscélico e retorno para reavaliação em 7 dias.