Medicina Especialidade Clínica Geral

J.M.F., 39 anos, masculino, relata quadro de disúria há dois dias seguido de corrimento uretral. Não apresenta outras queixas associadas. Informa coito desprotegido há sete dias com parceira eventual. O exame físico constatou a presença de corrimento uretral profuso e purulento, sem lesões cutâneas na genitália. Considerando a Abordagem Sindrômica das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), assinale a alternativa que apresenta a conduta CORRETA:

  • A.

    O tratamento só pode ser realizado após bacterioscopia da secreção uretral, pois o diagnóstico etiológico correto evita o uso indiscriminado de antibióticos.

  • B.

    Tratar com Penicilina G benzatina 2,4 milhões UI intramuscular associada à Azitromicina 1 g via oral se o resultado da bacterioscopia da secreção for negativo.

  • C.

    Oferecer testagem para HIV/AIDS, Sífilis e Hepatites (B e C); solicitar exame de urina rotina e gram de gota de urina não centrifugada para diagnóstico diferencial de infecções do trato urinário.

  • D.

    Se o serviço não dispuser de bacterioscopia, tratar com Ceftriaxona 250 mg intramuscular associado a Azitromicina 1g via oral e oferecer sorologias disponíveis para outras DST.