Medicina Especialidade Clínica Geral

A doença renal crônica (DRC), desencadeada pela queda progressiva da taxa de filtração glomerular (TFG), classifica-se em cinco estágios, de acordo com o valor da TFG e da proteinúria. Pacientes no estágio 5 — atingido com a depuração de creatinina estimada <15 mL/min/1,73 m2 de superfície corporal (SC) — sofrem distúrbios funcionais em quase todos os sistemas do organismo, tendo a denominada síndrome urêmica. Com relação aos diferentes estágios da DRC e aos sinais e sintomas dessa doença, assinale a opção correta.

  • A.

    Metformina é indicada para tratar portadores de DRC não diabéticos, com TFG abaixo de 40 mL/min/ 1,73 m2 SC, e que sofrem de intolerância à glicose.

  • B.

    Pacientes com DRC apresentam compostos com peso molecular entre 500 Da e 1.500 Da, formados por moléculas médias ou intermediárias que são retidas no organismo. Não há evidências clínicas, contudo, de que essas moléculas causem morbidade e mortalidade, comportando-se como uma toxina urêmica.

  • C.

    Portadores de DRC decorrente de doenças como o diabetes melito, a uropatia obstrutiva e a nefropatia falciforme podem desenvolver hiperpotassemia precoce, desproporcionalmente ao declínio na TFG.

  • D.

    A anemia do tipo hipoproliferativa decorrente da baixa produção de eritropoietina surge comumente a partir do estágio 1 da DRC, afetando quase todos os pacientes com DRC no estágio 2.

  • E.

    A presença de hipertrofia ventricular esquerda em portadores de DRC no estágio 5 que são obesos não constitui fator de risco importante à mortalidade cardiovascular.