Medicina Especialidade Clínica Geral

Homem de 52 anos vao ao Ambulatório para uma consulta de “Check UP”. Relata estar sem paciência (pavio curto), dificuldade para iniciar o sono e acordando várias vezes à noite. Parou de fumar há uma semana, após a morte de um amigo por Câncer de Pulmão. É tabagista de 60 maços/ano. Bebe em media duas latas de cerveja por dia, desconhece ter doenças prévias. Há mais de 5 anos sem avaliação de saúde.

A insônia e a Irritabilidade fazem parte do quadro de abstinência, podendo, em alguns casos, o paciente apresentar estado disfórico ou depressivo, ansiedade e/ou dificuldade de concentração. Para os cuidados, prevenção e promoção da saúde, assinale a alternativa correta.

  • A.

    O paciente está em estado de choque psicológico pela morte do amigo com risco para depressão e alcoolismo, o que justifica o quadro de irritabilidade e insônia. A melhor conduta no caso é tranquilizá-lo, fazer rastreamento para DPOC e risco cardiovascular. Oferecer um indutor do sono (ex: Zolpidem) e antidepressivo.

  • B.

    Até 85% dos cânceres de pulmão estão relacionados com o tabagismo. O importante é orientar sobre os malefícios do tabagismo para a saúde, oferecer antidepressivo para auxiliar a cessação. Orientar formas de lidar com seus sintomas de fissura e abstinência e procurar apoio nos grupos de Alcoólicos Anônimos.

  • C.

    O paciente apresenta quadro de fissura pela cessação do tabagismo, o que justifica a insônia e irritabilidade. Para alívio dos sintomas, basta prescrever adesivo de nicotina, indutor do sono e antidepressivo.

  • D.

    Inicialmente, faz parte do seguimento longitudinal do paciente na atenção primaria à saúde, o rastreamento de risco cardiovascular (solicitando exames cabíveis e necessários ao caso), orientar quanto ao tabagismo e seguir o plano de cessação já iniciado e medicar caso venha a ser necessário. Fazer rastreamento para o alcoolismo (CAGE), revisão da carteira vacinal e atualização caso necessário. Suspeitar de provável DPOC e encaminhar para avaliação com pneumologista.

  • E.

    O paciente se encontra no estágio de pré-contemplação para a cessação do tabagismo. Logo, pode-se orientar a parada abrupta do tabagismo. Para alívio dos sintomas da fissura, prescrever repositores de nicotina, sob a forma de goma e adesivo. Orientar sobre provável ganho ponderal decorrente da cessação e orientar pratica de atividades físicas.