Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma menina de 11 anos vem à consulta trazida pela mãe devido a uma leucorreia amarelada “que mancha a calcinha”, há cerca de sete dias. Encontra-se no padrão M2 P2 do desenvolvimento puberal (critério de Tanner), e à inspeção vulvar, o hímen se mostra íntegro e sem secreção visível. A conduta mais indicada neste caso é

  • A.

    pesquisar a presença de corpo estranho no introito vaginal.

  • B.

    realizar coleta de material da vulva para exame bacteriológico/parasitológico.

  • C.

    prescrever metronidazol por 7 dias.

  • D.

    tranquilizar a paciente e a mãe, informando tratar-se de achado normal.

  • E.

    solicitar a mãe que saia da sala durante o exame ginecológico e investigar a possibilidade de abuso sexual.