Medicina Especialidade Clínica Geral

Um paciente de vinte e um anos de idade procurou o serviço de atenção primária à saúde e relatou quadro de mialgia, prostração intensa, febre não mensurada, cefaleia e náuseas havia uma semana. Despertou por causa de dor abdominal intensa e contínua, seguida de um episódio de vômito. Apresentou, ainda, preocupação por causa das notícias de epidemia de dengue em sua cidade. Quando levantou da cadeira em direção à maca, para ser examinado, apresentou tontura. No exame físico, o paciente apresentou-se com exantemas nos membros superiores, regular estado geral, corado, desidratado ++/4 e anictérico, sendo sua temperatura axilar de 38,9 ºC, pressão arterial (deitado) de 98 mmHg × 62 mmHg e frequência cardíaca de 112 bpm. Demonstrou, também, dor à palpação profunda do abdome, principalmente em hipocôndrio direito com ruídos hidroaéreos presentes, ausência de visceromegalias, sem dor à descompressão brusca e com submacicez à percussão de flanco direito. Os demais sistemas não apresentavam alterações.

Com base no quadro clínico descrito, assinale a opção correta a respeito do procedimento recomendado para condução desse caso.

  • A.

    Dosagem de albumina sérica e transaminases, hemograma completo e radiografia de tórax devem ser solicitados.

  • B.

    É recomendado administrar líquidos por via oral num total de 80 mL/kg/dia, sendo 1/3 com solução salina e os 2/3 restantes com ingestão de líquidos caseiros.

  • C.

    A notificação desse caso é facultativa.

  • D.

    É recomendado o uso de corticoide em dose única para prevenção da púrpura trombocitopênica idiopática.

  • E.

    A solicitação laboratorial de sorologia para dengue é dispensável.