Medicina Especialidade Clínica Geral

Uma paciente de sessenta e três anos de idade é hipertensa desde os quarenta anos e faz uso regular de betabloqueador (atenolol, 50 mg) associado a diurético poupador de potássio (amilorida, 2,5 mg). Tem osteoartrite de joelhos, articulações coxofemorais e ombros. Já foi submetida à cirurgia de fêmur com colocação de prótese total à direita. Faz uso irregular de diclofenaco e paracetamol para dor articular. Submeteu-se a exame clínico que mostrou PA de 159 x 98 mm Hg, FC 92 bpm, circunferência da cintura de 87,7 cm, peso 76,7 kg, altura 1,6 m (IMC de 29,9 kg/m2) e edema de membros inferiores (++/4+). Exames laboratoriais revelam creatinina de 1,8, glicose de 90 mg/dl, e urina tipo I mostra proteína ++.

Com base nas informações apresentadas, assinale a opção correta.

  • A.

    A paciente tem sobrepeso, mas não tem evidência clínica de ser portadora de obesidade visceral, pois sua circunferência de cintura é considerada normal.

  • B.

    Está indicado aumentar a dose de amilorida, pois a paciente tem edema e seus níveis pressóricos estão fora da meta a ser atingida.

  • C.

    O uso do betabloqueador está bem indicado para a paciente. Estudos mostram importante redução da morbidade e da mortalidade cardiovasculares, principalmente acidente vascular encefálico em pacientes com idade superior a sessenta anos de idade.

  • D.

    O uso de anti-inflamatório associado à amilorida tem contraindicação absoluta, pois existe um antagonismo dos efeitos diuréticos da amilorida pelo diclofenaco.

  • E.

    Estão indicados o controle rigoroso de peso e mudanças no estilo de vida, pois há uma correlação quase linear entre os aumentos de peso e a pressão arterial. A meta para a paciente é perder 10% do seu peso corporal e atingir IMC de 26,9.