Medicina Especialidade Clínica Geral

Sobre a tuberculose, considere as afirmativas abaixo.

 I. Não há evidências de que, em áreas de elevada prevalência da co-infecção TB/HIV, a presença de tosse por mais de três semanas, apesar da existência de repetidas baciloscopias negativas, associada a dor torácica, linfadenomegalia cervical e, inclusive, a ausência de expectoração e a ocorrência de dispnéia sejam mais compatíveis com TB do que com pneumonias comunitárias.

II. O exame histopatológico não está indicado em todo derrame pleural exsudativo que permanece com etiologia desconhecida, pois estima-se que o diagnóstico de TB se confirme em apenas 10% dos casos na primeira biópsia.

III. A dosagem da enzima adenosina deaminase (ADA) é o mais importante, considerando sua fácil execução, baixo custo e o rendimento diagnóstico. A grande maioria dos estudos comprovou sua utilidade e recomenda seu uso na rotina de investigação da TB pleural, mesmo em imunodeprimidos (HIV e diabetes), especialmente em áreas de alta prevalência da doença.

IV. A ADA é produzida por linfócitos e monócitos e se eleva quando estes estão ativados. O diagnóstico diferencial com tuberculose necessariamente inclui o empiema, os linfomas, a artrite reumatóide e, raramente, o adenocarcinoma.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas:

  • A. I e II.
  • B. II e IV.
  • C. I, II e III.
  • D. I, II e IV.
  • E. I, III e IV.