Medicina Especialidade Dermatologia

No que diz respeito ao padrão de citocinas e ao "possível" predomínio fenotípico de subpopulações de linfócitos TCD4+ observados na Leishmaniose tegumentar Americana, podemos afirmar que:

  • A.

    respostas exacerbadas, com predomínio de linfócitos de fenótipo Th1, e aumento da expressão de TGF-beta, podem ser observadas nas formas cutaneomucosa da doença

  • B.

    há predomínio do fenótipo Th1 e aumento da expressão de citocinas como TNF-alfa e Interferon-gama, nas formas cutaneodifusa da doença

  • C.

    o predomínio do fenótipo Th2 e o aumento da expressão de TNF-alfa e Interferon-gama são próprios das formas cutaneodifusa da doença

  • D.

    um padrão fenotípico do tipo Th1, com expressão aumentada de IFN-gama, TNF-alfa e IL-12, podem ser observados na forma cutaneomucosa da doença

  • E.

    a exacerbação da resposta Th2, própria da forma cutânea localizada, cursa com aumento da expressão de IL-4 e IL-5