Medicina Especialidade Dermatologia

Uma paciente de cor parda, com 30 anos de idade, procurou assistência médica e informou que, há um ano, surgiram-lhe manchas hipocrômicas que evoluíram para manchas eritematosas, depois para pápulas e nódulos no corpo. A paciente informou que usou várias medicações sistêmicas e tópicas, sem melhora. Quanto aos antecedentes pessoais e familiares, não há casos semelhantes na família. Ao exame dermatológico, apresentava as lesões referidas, isoladas ou agrupadas em placas distribuídas simetricamente no corpo, exceto nas axilas e nas regiões inguinais. Os pavilhões auriculares estavam infiltrados e apresentavam nódulos isolados. Havia alopecia de cílios e supercílios.

Tendo como referência o caso clínico acima, julgue os itens que se seguem.

O eritema nodoso pode ser diagnosticado como sintoma da hanseníase virchowiana, se estiver associado a febre, malestar, aumento de linfonodos, artralgias e artrites, irites, iridociclites, hepatosplenomegalias, alterações laboratoriais com leucocitose e desvio à esquerda, e o seu tratamento de eleição é realizado com a talidomida entre 100 mg e 300 mg.

  • C. Certo
  • E. Errado