Medicina Especialidade Dermatologia

Um paciente de 50 anos de idade, cor parda, procedente do estado de Tocantins, procurou assistência médica informando que, há 3 anos, vem apresentando lesões infiltradas nas nádegas. Aos poucos, essas lesões estenderam-se para outras regiões do corpo, sendo acompanhadas de prurido ocasional e, às vezes, de ligeiro ardor. O paciente informou que freqüenta pescarias e, às vezes, dorme ao relento. Segundo ele, já estivera em vários dermatologistas que lhe prescreveram vários remédios, mas não houve melhora. O exame físico revelou bom estado geral. Ao exame dermatológico, observaram-se lesões pápulo-infiltradas, tubérculos, nódulos que confluíam formando placas localizadas em regiões glúteas, membros superiores e inferiores, tronco e face.

Considerando esse caso clínico, julgue os itens subseqüentes.

A realização de biópsia de uma lesão e o exame histopatológico, corado pela hematoxilina eosina e Giemsa, não confirmarão o diagnóstico de leishmaniose cutânea difusa, devido à escassez parasitária.

  • C. Certo
  • E. Errado