Medicina Especialidade Endocrinologia

Um paciente de 30 anos, sexo masculino, procurou o endocrinologista com história de ganho progressivo de peso, diminuição de libido, astenia há 3 anos. O exame físico evidenciou obesidade de padrão ginecóide, ginecomastia e redução de volume testicular. A avaliação hormonal evidenciou: LH = 0,01 IU/L, FSH = 0,2 IU/L, testosterona livre= 5,3 mg/dl (VR- 8,0 a 20 mg/dl), prolactina=63 ng/ml (VR-5 a 25 ng/ml). A ressonância magnética nuclear de sela túrcica demonstrou lesão infiltrativa da região préóptica do hipotálamo, haste centrada aspecto habitual, com parênquima hipofisário preservado. Acerca das possibilidades diagnósticas, pode-se afirmar que

  • A.

    a hipofisite linfocítica deve ser considerada tendo em vista a sua maior prevalência no sexo masculino.

  • B.

    o paciente apresenta um quadro de hipogonadismo central por uma provável Síndrome de Kalmann.

  • C.

    a dosagem sérica da Enzima Conversora da Angiotensina (ECA) pode auxiliar no esclarecimento diagnóstico.

  • D.

    o espessamento da haste é um sinal precoce do desenvolvimento de um tumor hipofisário nãofuncionante.

  • E.

    o germinoma é um tumor que pode se manifestar com esse quadro clínico e ocorre caracteristicamente nessa faixa etária.