Medicina Especialidade Endocrinologia

Uma paciente de 24 anos procurou auxílio médico, queixando-se de cefaléia, irregularidade menstrual há cerca de dois anos, que evoluiu para amenorréia há 6 meses, acompanhada de galactorréia e ganho de peso. A investigação inicial evidenciou níveis séricos de prolactina de 430 ng/dl (valores normais 5 a 27 ng/dl), IGF-1 de 470 mg/dl (valores normais 200- 330 mg/dl), e a ressonância magnética nuclear de sela túrcica demonstrou a presença de tumor intraselar de 0,8 cm X 0,6 cm de diâmetro. Assinale a opção correta.

  • A.

    O diagnóstico pseudoprolactinoma é muito provável, pois cursa com níveis elevados de prolactina, por compressão da haste hipofisária.

  • B.

    A investigação para hipersecreção de hormônio de crescimento deve ser realizada, pois é freqüente a co-secreção de GH e prolactina nestes tumores.

  • C.

    A ressecção cirúrgica desse tumor é obrigatória, pois as suas dimensões representam compressão iminente do quiasma óptico.

  • D.

    O Diabetes Insípido é muito comum em associação com microadenomas hipofisários.

  • E.

    Os sintomas da paciente sugerem hipopituitarismo anterior.