Medicina Especialidade Endocrinologia

Uma paciente de 23 anos de idade relata ganho ponderal de 20 kg nos últimos 8 meses, sem mudança nos hábitos alimentares. Refere ainda a presença de estrias avermelhadas em mamas e abdome, cefaléia freqüente, amenorréia, fraqueza muscular proximal e humor deprimido. Nega uso de quaisquer medicações de uso crônico, inclusive tópicas. No exame físico, observa-se obesidade centrípeta, fácies em lua cheia e pletórica, presença de giba dorsal, fossas supraclaviculares ocupadas e estrias avermelhadas em abdome, mamas e axilas. Não são observados acne e hirsutismo. A pressão arterial é de 150 mmHg × 100 mmHg. O abdome não apresenta visceromegalias ou tumorações palpáveis. Ocorre hipotrofia muscular em membros inferiores e superiores. A glicemia capilar realizada no momento é de 150 mg/dL.

Considerando a possibilidade diagnóstica de hipercortisolismo endógeno na situação hipotética apresentada acima, julgue os itens que se seguem.

O fato de a determinação das concentrações plasmáticas de sulfato de desidroepiandrosterona (SDHEA) resultar indetectável nessa paciente seria sugestivo de adenoma de adrenal.

  • C. Certo
  • E. Errado