Medicina Especialidade Endocrinologia

Uma paciente de 48 anos está em tratamento com sinvastatina por dislipidemia há cerca de 2 anos. Menopausa há 2 anos e sem terapia hormonal. Atualmente, apresenta discreto ganho de peso, desânimo, cefaleia e adinamia, motivos pelos quais lhe foi prescrito antidepressivo. Possui histórico familiar de doença de Graves. No exame físico, apresenta-se em bom estado geral, cabelos e pele ressecados, unhas quebradiças e tireoide não palpável. Exames complementares: colesterol total 262 mg/dL; LDL 178 mg/dL; HDL 34 mg/dL; triglicerídeos 182 mg/dL; TSH = 9,2 mU/L (VN =0,4- 4,0) e T4 livre 0,95 ng/mL (VN=0,8-1,9). Com base nesses dados, considere as seguintes assertivas:

I. O hipotireoidismo primário frequentemente é acompanhado de alterações lipídicas.

II. O tratamento do hipotireoidismo com levotiroxina tende a diminuir os níveis de LDL.

III. O tratamento com mudança de hábitos de vida (atividade física e dieta) não se faz necessário, pois a dislipidemia é secundária ao hipotireoidismo.

IV. A intolerância tireoidiana mínima (ITM), da paciente em questão, não deve ser tratada, pois não há sintomas específicos de disfunção tireoidiana.

Está(ão) CORRETA(S):

  • A.

    Apenas as assertivas I, III e IV.

  • B.

    Apenas as assertivas I, II e III.

  • C.

    Apenas as assertivas I e II.

  • D.

    Apenas as assertivas II e IV.

  • E.

    Todas as assertivas.