Medicina Especialidade Endocrinologia

Mulher de 42 anos, histerectomizada, com galactorréia discreta à expressão mamilar. Sem queixas na esfera sexual. PRL = 167 ng/mL (VR= 2,8-29,2 ng/mL); TSH, T4 livre e estradiol, normais; adenoma hipofisário de 0,7 cm à ressonância magnética. Qual a melhor conduta para este caso?

  • A.

    Cabergolina (1 mg, duas vezes por semana)

  • B.

    Bromocriptina (2,5 mg/dia)

  • C.

    Adenomectomia transesfenoidal

  • D.

    Cabergolina (1 mg, três vezes por semana).

  • E.

    Nenhuma terapia se faz necessária neste caso