Medicina Especialidade Epidemologia

Para verificar a possível correlação entre a presença de história familiar de doença coronariana e o desenvolvimento dessa enfermidade em determinada população, um pesquisador selecionou aleatoriamente 250 pessoas sadias, certificando-se de que essa amostra fosse representativa da população-alvo. Em seguida, entrevistou todos os sujeitos da amostra e submeteu-os a avaliações clínicas e laboratoriais sequenciais durante 10 anos, encontrando os seguintes dados: dos 135 indivíduos que afirmaram ter história positiva para doença coronariana, 51 desenvolveram sinais clínicos da doença; dos 115 que negaram história familiar, 18 desenvolveram tais sinais; intervalo de confiança de 95%: 1,50 – 3,89; e valor p (Mantel- Haenszel) < 0,001.

Com base nessa situação hipotética, julgue os próximos itens.

Nesse estudo, a medida de frequência é o coeficiente de incidência, e a medida de correlação é o risco relativo.

  • C. Certo
  • E. Errado