Medicina Especialidade Ginecologia

Paciente de 60 anos refere aumento do volume abdominal nos últimos meses; ao exame físico, nota-se presença de tumoração anexial esquerda pouco móvel. O ultra-som demonstrou presença de tumor sólido anexial de aproximadamente 20 cm e ascite de moderada quantidade. A avaliação bioquímica demonstrou α-feto-proteína sérica elevada. A principal hipótese diagnóstica é de

  • A.

    adenocarcinoma de células claras.

  • B.

    disgerminoma.

  • C.

    tumor de células da granulosa.

  • D.

    tumor de Brenner.

  • E.

    tumor do seio endodérmico.