Medicina Especialidade Ginecologia

Mulher de 19 anos informa que nunca menstruou. A mãe a levou ao médico por este motivo. Apresenta estatura de 1,40 cm, pescoço alado, implantação baixa de cabelos no nível do pescoço, tórax em escudo, pernas anormalmente curtas e genitália externa feminina, com intróito vaginal bem caracterizado. Trouxe exames que evidenciam presença de útero e hipogonadismo hipergonadotrófico.

Escolha a alternativa CORRETA para ajudar a elucidar o diagnóstico desta paciente.

  • A.

    A população de oócitos no ovário fetal possibilitou a diferenciação sexual feminina.

  • B.

    A existência de útero e da genitália externa feminina permitem afirmar que não houve falha na fusão dos ductos paramesonéfricos.

  • C.

    O hipogonadismo hipergonadotrófico explica o quadro de amenorreia primária, mas não impede a presença de caracteres sexuais secundários hipodesenvolvidos.

  • D.

    As características físicas e a genitália feminina dispensam a solicitação do cariótipo e a remoção das gônadas.

  • E.

    A presença do hormônio anti-mulleriano impediu o desenvolvimento dos ductos de Wolff permitindo a caracterização das trompas, útero e porção superior da vagina.