Medicina Especialidade Ginecologia

Uma gestante de 35 anos de idade, com 38 semanas de gestação, procurou atendimento de emergência e relatou que não fez pré-natal e que não apresentava qualquer doença antes da gestação. Foi constatado o seguinte quadro clínico: cefaleia, dor epigástrica, edema de mãos e pés, pressão arterial de 210 mmHg × 120 mmHg. Os exames complementares evidenciaram anemia hemolítica microangiopática, plaquetopenia (90.000 plaquetas/mm3) e disfunção hepática, com elevação das transaminases, da desidrogenase lática e da bilirrubina total.

Com relação a essa situação clínica, julgue os itens que se seguem.

As alterações laboratoriais constatadas estão altamente correlacionadas com complicações maternas graves, como edema agudo de pulmão, coagulação intravascular disseminada, ruptura de fígado e até mesmo morte.

  • C. Certo
  • E. Errado