Medicina Especialidade Ginecologia

Acerca dos aspectos preventivos de prematuridade, assinale a opção correta.

  • A.

    Amputação do colo uterino não se caracteriza como fator de risco para parto prematuro.

  • B.

    A cerclagem uterina deve ser feita entre 12 e 16 semanas de gestação em casos de incompetência cervical.

  • C.

    O uso da progesterona micronizada está sempre preconizado para prevenção de parto prematuro.

  • D.

    Em caso de vaginose bacteriana designando ameaça de parto prematuro, o tratamento só deve ser feito após o parto.

  • E.

    A medida do comprimento do colo uterino maior que 3 cm na ultrassonografia transvaginal serve de marcador de alto risco de parto prematuro.