Medicina Especialidade Hemoterapia

Um jovem de vinte e cinco anos de idade procurou atendimento médico com relato de que, há dois dias, notou a presença de pequena ferida na glande peniana. Informou não ser usuário de drogas ilícitas, disse ter tido relação sexual com mais de três parceiras nas últimas duas semanas, e que nem sempre usa preservativo. Negou uso regular de medicamentos e outras doenças. O exame do pênis evidenciou a presença de lesão ulcerada, na face posterior do sulco balanoprepucial, arredondada, com 1 cm de extensão, indolor, borda elevada e endurecida e base infiltrada com pequena quantidade de secreção serosa. Os gânglios inguinais estavam palpáveis bilateralmente, eram móveis, bem definidos, tinham consistência elástica e estavam indolores. O jovem não apresentava outras alterações no restante do exame físico.

Com referência a esse caso clínico, julgue os próximos itens.

A confirmação diagnóstica deverá ser feita pela identificação direta do agente etiológico envolvido, preferencialmente pela realização do teste FTA-abs.

  • C. Certo
  • E. Errado