Medicina Especialidade Intensiva

Texto III, para responder às questões 26 e 27.

Uma senhora de quarenta anos de idade, primigesta, no terceiro trimestre da gestação, procurou atendimento médico com queixa de cefaleia intensa, que não cede com analgésicos comuns, associada a visão borrada e a escotomas cintilantes. Relatou também dor epigástrica, naúseas e vômitos. Sua pressão arterial era de 162 mmHg × 112 mmHg, frequência cardíaca de 95 bpm. Após a investigação clinicolaboratorial inicial, foram feitos os diagnósticos de pré-eclâmpsia grave e síndrome HELLP.

Considere que essa gestante tenha apresentado um episódio de convulsão tônico-clônico generalizada e que o médico assistente tenha optado pelo uso de sulfato de magnésio. Nessa situação, representa contraindicação para o uso desse medicamento a constatação de

  • A.

    volume urinário igual a 300 mL/h.

  • B.

    frequência respiratória igual a 28 inspirações por minuto.

  • C.

    reflexos patelares bilateralmente abolidos.

  • D.

    frequência cardíaca igual a 120 batimentos por minuto.

  • E.

    pressão arterial de 162 mmHg × 112 mmHg.