Medicina Especialidade Intensiva

Uma mulher com 40 anos de idade foi internada com quadro de pancreatite aguda. Não tinha história prévia de etilismo. No exame físico: ictérica +/4+, pressão arterial de 80 mmHg × 50 mmHg, frequência cardíaca de 110 bpm e saturação de oxigênio = 89% (ar ambiente); o abdome estava tenso, doloroso e com descompressão brusca dolorosa, ruídos hidraéreos reduzidos. Nos exames laboratoriais, observa-se elevação da amilase e lípase, além de aumento das bilirrubinas, à custa de bilirrubina direta e ALT 180 IU/L, ultrassonografia de abdome mostrando cálculos biliares. Foi solicitada CT de abdome.

Acerca desse quadro clínico, julgue os itens subsequentes.

O achado de necrose pancreática (maior que 30% do órgão) durante a CT de abdome é importante marcador de mau prognóstico para morbimortalidade nessa paciente.

  • C. Certo
  • E. Errado